O empresário Márcio Alaor de Araújo  explica que o final do ano é uma época muito cobiçada pelos comerciantes, pois com as festas, décimo terceiro e clima de compras, há um ambiente favorável para aumentar as vendas. Desse modo, os vendedores aproveitam para atingir metas e aumentar o lucro. Nesse sentido, o empresário Márcio Alaor de Araújo, repleto de conhecimento e experiência sobre finanças, sendo especialista na área, dá dicas à nossa redação sobre como evitar gastos desnecessários no final do ano. Saiba quais são e os evite.

Compras excessivas 

De fato, no final do ano as compras estão a todo vapor. As lojas mostram um desempenho elevado nesse período, por isso, necessitam contratar mais funcionários para suprir a demanda de clientes. Márcio Alaor de Araújo explica que muitas pessoas pecam pelo excesso, pois acabam comprando produtos que não precisam, apenas pelo excesso e compulsão. Desse modo, tenha foco e compre o que realmente precisa, com planejamento, é possível comprar itens que realmente valem a pena na Black Friday

Usar todo o décimo terceiro salário 

Além disso, Márcio Alaor de Araújo enfatiza que é preciso utilizar o décimo terceiro salário com sabedoria, afinal, é melhor ajustar as contas, pagar as dívidas e liquidar o cartão cartão crédito do que utilizar o dinheiro para fazer novas compras. Por isso, Márcio Alaor de Araújo recomenda utilizar o décimo terceiro salário para equilibrar as contas e investir em uma reserva de emergência. Comece o ano de 2022 bem!

Não se planejar para os gastos de janeiro 

Ademais, outro erro terrível que muitas pessoas cometem é de “torrar” o dinheiro no final do ano, gastando com roupas, bebidas e viagens e esquecendo-se das contas de janeiro, como IPTU e IPVA. Além disso, para as mamães e papais, há o gasto com material escolar, livros e matrícula. Desse modo, o empresário Márcio Alaor de Araújo explica que é importantíssimo que haja um planejamento financeiro com antecedência para evitar esse tipo de contratempo.

Passar tudo no cartão de crédito 

Por fim, Márcio Alaor de Araújo elenca um erro crasso: o uso indevido do cartão de crédito. O cartão de crédito pode ser um item interessante para as pessoas que sabem utilizá-lo, contudo, pode tornar-se um vilão aos “gastões”. Não adianta realizar inúmeras compras parceladas de final de ano no cartão de crédito e começar janeiro endividado! 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui