Retomando as avaliações positivas para a economia brasileira, o mercado financeiro reduziu mais uma vez a previsão de queda para o Produto Interno Bruto (PIB) 2020. No Relatório de Mercado Focus desta segunda-feira, 19, os economistas projetam que o recuo econômico seja de 5,0% neste ano, em comparação aos 5,03% da última semana. Há quatro semanas, a expectativa para o índice era de declínio de 5,05%. Entretanto, para o ano seguinte, o mercado reduziu a projeção do PIB de 2021, passando de alta de 3,50% para 3,47%, o que rompe a tendência otimista que se mantinha por pelo menos quatro semanas. Para 2022 e 2023, no entanto, os economistas mantiveram as projeções da última semana, com estimativas de alta de 2,50% para a economia em 2022 e 2023.

Outro dado disponível no relatório do Banco Central (BC) deste segunda-feira é a estimativa atualizada para a inflação no país. Segundo o mercado financeiro, a projeção atualizada para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi de alta 2,47% da última semana para 2,65%. Há quatro semanas a estimativa era de 1,99% para o índice. Para 2021, a projeção do mercado financeiro se manteve em alta de 3,02% para a inflação. Para 2022 e 2023, as projeções seguem as mesmas estimativas de quatro semanas atrás, com índices de 3,50% e 3,25%, respectivamente.