O candidato à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno (Republicanos), usou as redes sociais na noite desta terça-feira, 4, para criticar a homenagem feita pela atual administração, do prefeito Bruno Covas, ao Dia da Consciência Negra em semáforos da cidade. Para relembrar a data, comemorada em 20 de novembro, os sinais para pedestres de alguns pontos da cidade foram adesivados com imagens de punhos cerrados, gesto utilizado por diversas populações ao longo da história como símbolo de resistência e incorporado à população negra, principalmente após ser levantado por Nelson Mandela ao ser libertado da prisão na África do Sul.

“Lutarei para que atos de vandalismo como esse aqui não ocorram novamente e para que não fiquem impunes”, afirmou o candidato do Republicanos poucas horas após a implementação dos adesivos nos semáforos. A publicação de Russomanno foi feita em resposta ao músico Roger Moreira, que disse que o símbolo dos punhos cerrados representam intenções comunistas. “Que os paulistanos pensem bem antes de votar em 15 de novembro”, disse o membro do Ultraje a Rigor. “O PR mandou o recado, Russomanno”, finalizou o cantor na publicação. Entre os pontos da cidade que com a homenagem estão a Liberdade, a República e a Avenida Paulista.