Ex-concorrente de Joe Biden durante as eleições primárias para a vaga de candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Bernie Sanders comemorou nesta sexta-feira, 6, o que ele considerou a ‘aparente vitória’ de Biden e Harris nas eleições. “Hoje, enquanto celebramos a aparente vitória das eleições, entendemos que a nossa batalha não acabou”, disse em vídeo publicado nas redes. “Essa eleição foi sobre muitas coisas, mas a mais significante era se nós acabaríamos ou não com as mentiras patológicas dentro da Casa Branca e se acabaríamos com o perigo de perdermos a nossa democracia. Graças a Deus, parece que vamos acabar com esse perigo”, disse, projetando quatro anos do democrata como presidente. “O que o congresso precisa fazer com o presidente Biden é se mover agressivamente e rápido”, afirmou.

Apesar do otimismo em relação à possível vitória de Biden, Sanders lembrou da forte polarização no país e disse que muito trabalho deve ser feito pelo novo presidente. “Todas as ideias pelas quais estamos lutando são ideias que são apoiadas pela maioria do povo americano”, disse. Questionado por um repórter da ABC News sobre como lidar com um congresso aparentemente dividido, ele tentou trazer um tom de união à campanha de Biden sem deixar de lado pontos de “radicalidade” notados durante as primárias. “Por muito tempo, ao meu ver, o partido democrata não foi tão agressivo quanto deveria ser em lidar com as necessidades da classe trabalhadora do nosso país. É por isso que Trump se deu tão bem entre essas pessoas”, disse.