O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou neste sábado, 7, em sua conta do Twitter que teve o “o máximo de votos para um presidente em exercício”, 71 milhões de votos legais. Antes, Trump voltou a questionar o resultado das eleições. “Os observadores não foram permitidos nas salas de contagem. Aconteceram coisas más que nossos observadores não foram permitidos ver”, acusou. “Milhões de cédulas foram enviadas por pessoas que nunca as pediram.” Trump questionou a lisura do processo desde que as primeiras prévias apontaram para a liderança de Biden na disputa, apesar de não apresentar provas das acusações.

Biden foi apontado o vencedor após vencer no Estado da Pensilvânia e somar 273 delegados eleitorais, superando o mínimo de 270 representantes necessários para levar o Colégio Eleitoral. A disputa nos EUA é de forma indireta, e não necessariamente o candidato com o maior número de votos da população é o vencedor (entenda melhor aqui). A contagem dos votos continua nos Estados da Carolina do Norte, Geórgia, Nevada e Arizona. Dos quatro, Trump mantém vantagem apenas na Carolina do Norte.