O ex-ministro Sérgio Moro usou as redes sociais na noite deste sábado, 8, para fazer uma publicação comparando aqueles que depreciam o republicano Donald Trump com apoiadores radicais o presidente dos Estados Unidos em seus discursos extremos. Com um trecho de um discurso do ex-presidente norte-americano Abraham Lincoln que fala “com malícia para com ninguém, com caridade a todos”, Moro afirmou: “Aqueles, no Brasil, que tripudiam contra o Presidente Trump cometem os mesmos erros de parte dos apoiadores radicais dele. O tempo é de união e concórdia”, disse. A união foi termo pregado pelo novo eleito nos EUA durante discurso na noite do sábado.

Algumas horas antes da publicação pedido união, Moro tinha usado a rede social para parabenizar Joe Biden e afirmar que a democracia dos EUA continua forte. “Brasil e US têm muito em comum e continuarão tendo”, afirmou. Até o momento, nomes da política brasileira como Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, e João Doria, governador de São Paulo, deram congratulações públicas ao novo presidente dos EUA. Na manhã deste domingo, quase 24 horas após anúncio do vencedor no país norte-americano, o presidente Jair Bolsonaro não tinha se pronunciado sobre o assunto.