Com o avanço da segunda onda da Covid-19, a Rússia um novo recorde diário de infecções pelo coronavírus, com 21.983 casos da doença nas últimas 24 horas. Ao todo, o país já contabiliza 1.880.551 pacientes infectados desde o início da pandemia, sendo o quinto país mais afetado pelo vírus. Segundo dados divulgados pelas autoridades de saúde nesta sexta-feira, 13, 411 pessoas morreram por causa da doença no último dia, elevando a 32.433 o número de óbitos. Moscou continua sendo o principal foco da Covid-19 no país, reportando 5.974 casos e 70 mortes nas últimas 24 horas.

Ao mesmo tempo, outro país que bateu recorde de novas infecções foi a Alemanha, que assim como outro países da Europa enfrenta o intenso avanço da doença. No total, o país registrou 23.542 casos da doença em 24 horas, segundo dados atualizados do Instituto Robert Koch. Desde janeiro, quando foi registrado o primeiro caso no país, foram reportados 751.095 contágios, entre eles 12.200 mortes, 218 nas últimas 24 horas. O presidente do Instituto Robert Koch, Lothar Wieler, afirmou na quinta-feira, 12, estar “precavidamente otimista” diante do aumento menos agudo dos novos contágios, que podem indicar uma certa estabilização da curva. No entanto, em relação à sexta-feira da semana passada, os novos contágios aumentaram 9%, enquanto uma semana antes cresceram 14% em sete dias, ressalta o jornal “Bild”. Ao todo, 3.186 pacientes infectados pelo coronavírus se encontram em unidades de terapia intensiva (UTI) na Alemanha, sendo que contam com respiração assistida, segundo dados da Associação Interdisciplinar Alemã de Terapia Intensiva e Medicina Emergencial. No momento, 21.930 leitos de UTI estão ocupadas e 6.587, livres.

*Com Agência EFE