Com 89% das urnas apuradas, Maceió, a capital de Alagoas, levará as eleições para prefeito para o segundo turno: segundo a apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alfredo Gaspar de Mendonça (MDB) e João Henrique Holanda Caldas (PSB) levarão a disputa adiante no dia 29 de novembro. Enquanto Alfredo Gaspar conquistou 29,21% dos votos válidos com o apoio do governador do estado, Renan Filho (MDB), JHC levou 28,44% dos votos sendo filho de dois políticos locais: seu pai é o ex-deputado federal João Caldas e sua mãe é a ex-prefeita de Ibateguara, Eudócia Caldas. A terceira colocação ficou com Davi Davino Filho (PP), que cresceu nas pesquisas nas últimas semanas e recebeu 24,95% dos votos.

Em Alagoas, o segundo turno das eleições municipais era uma possibilidade apenas em Maceió, já que as demais cidades possuem menos de 200 mil eleitores. Segundo dados da Justiça Eleitoral, Arapiraca é o segundo maior colégio eleitoral do estado, com 143.187 eleitores. O atual prefeito de Maceió, Rui Palmeira (sem partido) está apoiando a eleição de Alfredo Gaspar, que durante 20 dos seus 50 anos de idade foi promotor de Justiça. Ele disputará a prefeitura pela primeira vez com um candidato mais novo e que já concorreu à vaga em 2016, apesar de ter perdido no primeiro turno. Com 33 anos de idade, JHC é formado em Direito e possui mestrado em Gestão Pública. Ele foi eleito deputado federal em 2014 e reeleito em 2018.