A expectativa de um segundo turno para a Prefeitura de Goiânia se cumpriu. Com 100% das urnas apuradas, Maguito Vilela (MDB) terminou na frente, com 36,02% dos votos. Ele terá como concorrente Vanderlan Cardoso (PSD), que ganhou 24,67% dos votos. A Delegada Adriana Accorsi (PT), ocupa a terceira posição, com 13,39%, e não tem mais chances de ultrapassar os rivais – no começo da corrida eleitoral, ela chegou a ficar nas primeiras posições nas pesquisas de intenção de voto.

Maguito Vilela chega ao segundo turno, mas segue travando uma luta contra a Covid-19. Após ser diagnosticado com a doença, o emedebista precisou ser internado em uma UTI no Hospital Albert Einstei, na cidade de São Paulo. Neste domingo, 15, a assessoria do candidato informou que a equipe médica que acompanha Maguito decidiu entubá-lo. “O objetivo é examinar a causa de um aumento na inflamação dos pulmões verificado nos exames de hoje. O paciente está sedado, confortável e com as funções vitais preservadas. Vamos seguir em orações pela restauração da saúde do Maguito e de todos que estão lutando contra a Covid-19”. Desta forma, o estafe do político seguirá comandando a campanha durante o segundo turno – a mobilização nas últimas semanas deu certo e proporcionou uma virada sobre Vanderlan Cardoso, que chegou a liderar as pesquisas.

Confira o resultado da eleição para prefeito em Goiânia:

  • Maguito Vilela (MDB) – 36,02%
  • Vanderlan Cardoso (PSD) – 24,67%
  • Delegada Adriana Accorsi (PT) – 13,39%
  • Gustavo Gayer (DC): 7,62%
  • Elias Vaz (PSB) – 4,02%
  • Major Araújo (PSL) – 3,38 %
  • Dra. Cristina (PL) -3,03 %
  • Alysson Lima (Solidariedade)- 2,76%
  • Virmondes Cruvinel (Cidadania): 1,76%
  • Samuel Almeida (Pros): 1,22%
  • Talles Barreto (PSDB): 0,94%
  • Manu Jacob (Psol): 0,77%
  • Fábio Junior (UP): 0,17%
  • Professor Antônio (PCB): 0,06%
  • Vinícius Gomes (PCO): 0,01%