A tradicional árvore de Natal da cidade de São Paulo será inaugurada na noite deste sábado, 5, às 20h, mas desta vez ela não estará localizada junto ao Parque do Ibirapuera. O enfeite trocou de endereço neste ano e foi para outro cartão postal da cidade, sendo instalada nas proximidades da Ponte Octavio Frias de Oliveira, a Ponte Estaiada. Não será permitida a visitação física neste ano, por causa da pandemia da Covid-19. Neste ano, a árvore está com 4 metros a mais do que no anterior, chegando a 46 metros de altura, e tem 17,6 metros de diâmetro.

A inauguração será transmitida ao vivo pelas redes sociais da Coca-Cola FEMSA Brasil. A live de inauguração contará com apresentação das cantoras Luísa Sonza e Lellê. Ela contará com tradução em libras e audiodescrição pela primeira vez. A árvore permanecerá no local até 6 de janeiro. O visual com laços, bolinhas vermelhas e cobertura que simula a neve será incrementado com projeções em toda a extensão, que, segundo os organizadores, poderão ser avistadas a até 10 quilômetros de distância. Além disso, a estrela localizada no topo da árvore também se movimentará. O evento também contará com a passagem da caravana de Natal, cujos caminhões iluminados terão mensagens relacionadas à pandemia, como #UseMáscara, #FiqueEmCasa e #LaveAsMãos.

Por causa da covid-19, a celebração não contará com a presença de papai e mamãe Noel. Segundo a Prefeitura de São Paulo, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) fará monitoramento do trânsito nas imediações. Além disso, a partir, entre 11 e 23 de dezembro, a gestão Bruno Covas (PSDB) realiza o 3º Festival de Natal de São Paulo na região do triângulo histórico, no centro da cidade. O evento terá projeções em locais icônicos e transmissões de shows. Dentre as principais atrações, estão uma versão do balé O Quebra-Nozes em ritmo de break e uma apresentação da cantora Luedji Luna.

*Com informações da Agência Estado