Adiada por causa do apagão energético que afetou o Amapá no mês passado, a eleição para prefeito e vereadores de Macapá transcorre em um clima de tranquilidade. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AP), até as 15h, apenas nove das 703 urnas eletrônicas em uso tiveram que ser substituídas devido a problemas técnicos. Dez candidatos disputam a prefeitura e 487 uma cadeira na Câmara Municipal.

Ainda de acordo com o TRE-AP, também foram registradas poucas ocorrências policiais. Um candidato a vereador cujo nome e partido não foram informados já tinha sido detido na noite deste sábado, 5, por compra de votos. Já as denúncias e ocorrências registradas hoje estão relacionadas à propaganda eleitoral ilegal, incluindo a distribuição de santinhos. Reunidos virtualmente para sessão online, desembargadores do TRE-AP destacaram que nenhuma ocorrência significativa foi registrada nas primeiras horas após a abertura dos locais de votação.

“Hoje, veremos que o adiamento [do primeiro turno] foi a decisão mais acertada. Tenho certeza de que, no fim do dia, comemoraremos o pleito ter transcorrido de forma serena”, disse o juiz Marcos Quintas. “Preparamo-nos para fazer esta eleição com bastante segurança e, hoje, sabemos que a decisão de adiá-la foi acertada”, acrescentou o juiz Jâmison Pereira.

*Com Agência Brasil