Os candidatos à Prefeitura de Macapá, Josiel Alcolumbre (DEM) e Dr. Furlan (Cidadania) disputarão o segundo turno das eleições municipais de 2020. Com 100% das urnas apuradas, Josiel conquistou 29,47% dos votos, sendo 59.511 votos válidos. Capi foi o segundo mais votado com 16,03%, sendo 32.369 votos válidos. Capi (PSB) alcançou 14,94% e não conseguiu prosseguir na briga pela prefeitura. Assim como Cirilo Fernandes (PRTB) com 11,68%, Patrícia Ferraz (Podemos) com 11,27%, Paulo Lemos (PSOL) com 3,96% e Haroldo Iram (PTC) com 1,99%. Guaracy (PSL) recebeu 8,51%, mas estava anulado sub júdice. Os outros candidatos obtiveram menos de 1,99% dos votos. O pleito da capital do Amapá foi adiado em decorrência do apagão que atingiu o estado em novembro. Com o adiamento, o primeiro turno ocorreu neste domingo, 6, e o segundo turno está marcado para o dia 20 de dezembro.

Josiel é irmão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que foi acusado por opositores de intervir na disputa. Josiel é apelido de José Samuel Alcolumbre Tobelem, de 47 anos, que é jornalista e empresário. É sua primeira vez como candidato a um cargo público. Atualmente, o candidato é o presidente do diretório do DEM em Macapá. Dr. Furlan, de 47 anos, é médico cardiologista. Em 2010, ele concorreu pela primeira vez como deputado estadual e ocupa o cargo até hoje. Furlan está em seu terceiro mandato.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), até às 18h, 4.560 eleitores justificaram ausência por meio do e-Título. “O aplicativo funcionou adequadamente e sem instabilidade”, relatou o tribunal. Até o último boletim, 292.718 pessoas votaram no primeiro turno das eleições na capital. Apenas 9 urnas foram substituídas até às 16h.