A rainha Elizabeth II e o marido, o Duque de Edimburgo, serão vacinados contra o novo coronavírus nas próximas semanas e só depois divulgarão a informação ao público. A informação é do jornal britânico “The Mail on Sunday“. De acordo com fontes citadas pelo tabloide, o casal real, de 94 e 99 anos, respectivamente, não terá tratamento especial. Com isso, a imunização ocorrerá dentro da programação estipulada para toda a população. No Reino Unido, o calendário indica que as pessoas com mais de 80 anos serão vacinadas logo depois dos idosos que vivem em asilos e dos funcionários destas instituições de acolhimento. Os médicos de Elizabeth II e do Duque de Edimburgo teriam os aconselhado a receber a imunização.

A previsão é que a campanha de vacinação no Reino Unido seja iniciada na próxima semana, já que as primeiras doses da vacina da Pfizer já chegaram ao país. Especialistas consultados pelo jornal “The Mail on Sunday” indicam que o simbolismo da imunização do casal real é grande, já que pode ajudar a combater junto à sociedade as campanhas de desinformação propagadas pelos movimentos anti vacinas. A publicação lembra que, em 1957, que Elizabeth II anunciou publicamente que os filhos Charles e Anne tinham sido imunizados contra a poliomielite, justamente, para dissipar os temores existentes entre a população britânica.

*Com informações da agência EFE