O governo do estado indiano de Andhar Pradesh emitiu uma nota oficial nesta terça-feira, 8, afirmando que foi constatada a presença de níquel e chumbo na água da região. Essa contaminação teria causado o surto de uma doença até então desconhecida na cidade de Eluru, onde pessoas estão sendo hospitalizadas com dor nos olhos, náuseas, convulsões e desmaios desde a madrugada do último sábado, 5. Até então, as autoridades locais tinham descartado a hipótese da enfermidade estar relacionada com o consumo de água imprópria. No entanto, uma análise laboratorial realizada pelo Hospital Aiims, na capital Nova Délhi, comprovou a existência da contaminação.

O jornal local The Times of India afirma que, até agora, mais de 450 pessoas estão contaminadas, sendo que 157 delas ainda estão hospitalizadas. A maioria dos afetados possui entre 20 e 30 anos, mas crianças e idosos também estão entre os moradores do estado que manifestaram os sintomas. Uma das primeiras atitudes do governo de Andhar Pradesh foi descartar a possibilidade dos indivíduos estarem com Covid-19, dengue ou chikungunya, doenças recorrentes atualmente na região.

*Com informações de agências internacionais