A agência reguladora do Canadá, Health Canada, autorizou na tarde desta quarta-feira, 9, o uso emergencial da vacina desenvolvida pela Pfizer com a BioNTech contra o novo coronavírus no país. “A agência recebeu a submissão da Pfizer no dia 9 de outubro de 2020 e após uma minuciosa e independente análise, determinou que a vacina cumpre os severos requerimentos de segurança e eficácia para uso no país”, afirma trecho da nota divulgada pelo órgão. A previsão é de que a vacinação no país seja iniciada na próxima semana. De acordo com o primeiro-ministro Justin Trudeau, quase 250 mil doses devem chegar ao país até o fim do mês e mais 20 milhões devem ser distribuídas ainda no primeiro semestre de 2021.

Segundo o plano de vacinação do país, que se assemelha à estratégia usada pelo Reino Unido, idosos em situação vulnerável, trabalhadores de asilos e profissionais da saúde das regiões mais afetadas devem ser os primeiros imunizados. “Os canadenses podem se sentir confiantes de que o processo foi rigoroso e de que nós temos fortes sistemas de monitoramento”, afirmou trecho da nota, garantindo que a eficácia da vacina continuará sendo monitorada e que eles não vão hesitar em tomar atitudes caso qualquer preocupação com segurança seja identificada. Até o momento, o país de 37,5 milhões de habitantes na América do Norte tem 430 mil casos de Covid-19 registrados e 12,9 mil mortes.