A atriz Letícia Spiller defendeu o ex-diretor Marcius Melhem das denúncias de assédio moral e sexual e criticou a demora de Dani Calabresa para denunciar o caso. Os casos de assédio sexual envolvendo Melhem foram detalhados – principalmente os sofridos pela atriz e humorista Dani Calabresa– na Revista Piauí e ganharam grande repercussão nas redes sociais na última sexta-feira, 4. “Já ouvi outros casos de assédio, de diretores que abusam do poder para assediar uma jovem atriz. Teve vários casos de várias pessoas diferentes, não só o Marcius. O Marcius está virando o mártir da situação, mas tiveram muito outros casos na empresa”, disse a atriz na noite de terça-feira, 8, em transmissão ao vivo ao Programa Reclame. O nome de Letícia já é um dos assuntos mais comentados do Twitter nesta tarde de quarta-feira, 9.

“Conheci o Marcius e ele nunca me pareceu uma pessoa que fizesse algo tão agressivo. É uma pessoa muito querida. É duro receber uma notícia assim de uma pessoa querida, de bom coração. Mas acho que as mulheres têm de ter coragem para falar. Esse tipo de coisa não pode existir”, opinou a atriz depois de relembrar o começo de sua carreira ao lado de Melhem. A fala sobre ele ter um “bom coração” indignou internautas. Letícia irá lança um EP de Natal, ao lado do também ator e cantor Dienis, dia 18 de dezembro.