Os advogados do ex-presidente Lula comunicaram à Justiça que o petista irá se ausentar do país por mais de um mês. Segundo ofício remetido nesta terça-feira, 8, à 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, Lula embarca para Cuba no dia 17 de dezembro. No país, dizem seus defensores, participará da gravação de um documentário e voltará somente dia 20 de janeiro de 2021. Vale lembrar que o ex-presidente é condenado duas vezes em 2ª instância e tem outros processos em andamento. Ainda assim, isso não é impeditivo para viajar. Porém, informar à Justiça é uma prática comum para quem é réu em processos.

Os advogados do ex-presidente disseram no documento que a viagem não impedirá que ele compareça a nenhum ato judicial que seja solicitado. Em cuba, Lula irá figurar no documentário dirigido por Oliver Stone, premiado duas vezes com o Oscar de melhor diretor. Essa será a terceira viagem de Lula para fora do Brasil desde que deixou a prisão. Em fevereiro se encontrou com o Papa Francisco no Vaticano e, no mês seguinte, visitou a Europa.

*Com informações do repórter Fernando Martins