Nesta terça-feira, 8, o governo do México anunciou que pretende começar a sua campanha de vacinação contra a Covid-19 ainda na terceira semana de dezembro. A previsão é que o imunizante desenvolvido pela Pfizer com a BioNTech seja aprovado pela Comissão Federal de Proteção contra Riscos Sanitários até essa sexta-feira, 11. O primeiro lote, com 250 mil das 34 milhões de doses adquiridas pelo país, devem chegar no território mexicano na sequência: a previsão vai até a quinta-feira da semana que vem, dia 17. Na sequência, o plano é que as primeiras vacinas sejam aplicadas nos profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate ao novo coronavírus.

Os demais trabalhadores do setor, assim como as pessoas com mais de 60 anos de idade, devem começar a ser imunizadas em fevereiro. Segundo o presidente Andrés Manuel López Obrador, a vacinação será universal e gratuita, sendo que toda a população mexicana deverá estar vacinada contra a Covid-19 até o fim de 2021. Para isso, o país fechou contrato com quatro fabricantes diferentes, que garantem a aquisição de 220 milhões de doses.

*Com informações de agências internacionais