Meghan Markle surpreendeu os americanos ao aparecer de surpresa no canal CNN durante a programação de domingo,13, à noite homenageando os “heróis silenciosos” da pandemia causada pela Covid-19. O que chamou atenção e fez a duquesa entrar para os assuntos mais comentados do Twitter nesta segunda-feira, 14, é que essa foi a primeira pública dela desde que escreveu um artigo no New York Times relatando que sofreu um aborto espontâneo. No vídeo que gravou para a emissora americana, a ex-atriz começou dizendo: “Em um ano que tem sido universalmente desafiador para todos, me sinto inspirada pelas histórias de compaixão em nossas comunidades. Em todo o país, as pessoas colocaram suas necessidades de lado para se unirem e apoiarem o bem-estar coletivo daqueles ao seu redor”.

A esposa do príncipe Harry ressaltou que tudo mudou da noite para o dia quando, em março, o coronavírus atingiu o mundo. “Para muitas famílias, o impacto da pandemia foi catastrófico e muitas se depararam com a pergunta dolorosa: como vou colocar comida na mesa para minha família? Mas, diante dessa realidade devastadora, também vimos o poder do espírito humano e as formas notáveis ​​como as comunidades respondem em tempos difíceis. Vimos o bem nas pessoas, em nossos vizinhos e em comunidades inteiras se reunindo para dizer que não ficariam paradas enquanto nossos vizinhos passassem fome”, acrescentou Meghan que durante a pandemia foi voluntária com o marido para entregar comida a pessoas necessitadas nos Estados Unidos.

Durante seu discurso, ela comentou que muitas pessoas ajudaram sua comunidade oferendo alimentos a famílias que estavam passando fome. “Esses momentos fizeram com que muitos lembrassem que eles são importantes. Esta noite, estamos celebrando esses heróis silenciosos, alguns dos quais eu conheço e outros que aplaudimos de longe. Esses indivíduos se levantaram e garantiram as necessidades mais básicas de nossas comunidades foram atendidas. Eles garantiram que aqueles ao seu redor não tivessem que sofrer isoladamente. Eles alimentaram seus vizinhos de várias maneiras. Eles nos mostraram, a todos nós, que mesmo nos momentos mais sombrios, quando estamos juntos temos o poder de lembrar a outra pessoa que há esperança e que ficaremos bem”, finalizou Meghan.