Micro e pequenas indústrias de São Paulo apoiam proposta de simplificação de impostos. Emenda substitutiva nº 20 à PEC 45, de autoria do deputado federal General Peternelli, PSL, de São Paulo. O presidente do Simpi, Joseph Coury, destaca que ela acaba com o IPI, PIS, COFINS, ICMS, ISS, ITBI, IPVA e outros, que são substituídos por uma única alíquota debitada no crédito e no débito das transações financeiras das empresas e coloca fim a nota fiscal, que seria transformada em nota de compra e venda.

“Três até quatro vezes mais empresários apoiam dizendo que a emenda é ótima, boa ou regular, contra um número de 16 a 22% dizendo que é ruim ou péssima”, afirma. Mas somente após as definições em torno dos comandos das mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal haverá a possibilidade de uma discussão em 2021 da Reforma Tributária, sempre prometida, mas nunca discutida e votada em Brasília.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos