O ano de 2021 começou com um aumento de casos de Covid-19 em alguns lugares do mundo, ao ponto de eventos serem adiados. É o que aconteceu com o Grammy, que teria sua cerimônia de premiação no dia 31 de janeiro mas, com o crescimento da doença em Los Angeles, nos Estados Unidos, foi adiada

A confirmação do adiamento pela Academia de Gravação veio horas depois da revista Rolling Stone noticiar o fato. Agora só saberemos quais artistas levarão o prêmio para casa no dia 14 de março. 

A situação de deterioração em relação à Covid em Los Angeles, com serviços hospitalares sobrecarregados, UTIs lotadas e novas orientações dos governos estaduais e locais nos fizeram concluir que adiar nosso show era a coisa certa a fazer“, declarou a nota da instituição, que também fez o anuncio no Twitter. 

A lista de indicados, que saiu em novembro de 2020, está com diversos artistas que bombaram no ano anterior. Entre os destaques se encontram Beyoncé, liderando a disputa com nove nomeações, Dua Lipa, Billie Eilish e Taylor Swift

A 63ª edição do Grammy, agora prevista para o dia 14 de março, será apresentado pelo comediante Trevor Noah.

Continua após a publicidade