<span class="hidden">–</span>CAPRICHO/Sestini/Reprodução

Any Gabrielly, do Now United, entrou na Justiça após receber uma série de ameaças no Twitter em junho. E, agora, a cantora vai ganhar uma indenização de R$ 66 mil da rede social.  E não para por aí. Any também conseguiu uma liminar que obrigava o Twitter a fornecer os dados das pessoas que estavam a ameaçando de morte.

Bruno Gallucci, advogado da artista, comentou o caso com o IG: “Any foi vítima de crimes como injúria, difamação e teve sua reputação manchada diante de mais de um milhão de seguidores que admiram seu trabalho e ela só queria saber quem praticou os crimes para poder responsabilizar os usuários. O Twitter simplesmente ignorou uma decisão judicial por mais dois meses e agora deve ser penalizado. A multa se aproxima dos R$ 70 mil”.

Para o portal, a assessoria de imprensa dela enviou o comunicado abaixo:

“Any Gabrielly, através de sua assessoria, esclarece sobre seu processo contra o Twitter. No dia 28 de junho de 2020, Any Gabrielly abriu um boletim de ocorrência contra algumas contas do Twitter por ameaça, mensagens de cunho racista e difamação.

Após o boletim, em julho, Any Gabrielly entrou com um processo contra os usuários da rede social e a empresa, na tentativa de descobrir os principais culpados das ameaças e ataques racistas contra a cantora. Este processo e seus desdobramentos ainda seguem em sigilo na justiça, e deverão continuar assim até o fim.

Any sempre lutou para que a internet seja um ambiente mais saudável e respeitoso, e continuará fazendo isso. A cantora agradece a compreensão”.

O processo está na fase final e dentro do prazo para o Twitter realizar o pagamento, assim encerrando o caso.

Continua após a publicidade