O assunto real dessa vez não envolve nenhum membro da família especificamente, mas sim a babá dos filhos do Príncipe William e da Kate Middleton. Maria Borrallo em seu treinamento foi proibida de pronunciar certa palavra enquanto governanta do príncipe George, de 7 anos, da princesa Charlotte, de 5, e do príncipe Louis, de 2. Consegue adivinhar qual seria?

Segundo a Marie Claire do Reino Unido, a palavra proibida é “kids”. No lugar, Maria deve utilizar “children”. Você deve achar estranho, já que ambas significam a mesma coisa em português: criança. A autora Louise Heren, que frequentou a Norland College durante um ano, instituição que seria a “Harvard das Babás” em que Maria Borrallo estudou, explicou ao The Mirror que “é uma marca de respeito pelas crianças como indivíduos“. 

Isso porque a palavra “kids” é utilizada informalmente e “children” é mais formal e traz a ideia de aconchego familiar, já que ela também significa “filhos”, independente do sexo. Esta, no entanto, não é uma exigência rigorosa da família real, mas um princípio que a governanta aprendeu e é defendido na Norland College. 

Louise também comentou que Kate tem um papel ativo na criação das crianças. “Imagino que a relação dela com Maria seja muito próxima e que elas colaborem muito no cuidado dos filhos”, contou. 

 

 

Continua após a publicidade