O anúncio da entrada de Karol Conká no Big Brother Brasil foi uma surpresa para todo mundo. Com as expectativas lá em cima, muita gente esperava que a rapper fosse divertida, pautasse assuntos importantes e até, quem sabe, vencesse o programa. Mas isso não aconteceu. Pelo contrário, a curitibana foi protagonista de várias discussões na casa, acusada de manipular os participantes e de inventar a sua própria realidade no reality, desagradando completamente o público aqui fora. A gente separou o 5 momento que a vilão do BBB21 conseguiu tirar o Brasil do sério.

Deixando Lucas comer sozinho

As atitudes mais pesadas da rapper foram, com certeza, em relação à Lucas Penteado. Karol foi acusada de fazer tortura psciológica com o ator, após ele ter errado em uma festa e criado um mal-estar na casa. Até aí, podemos pensar: “ok, todo mundo erra”. Mas não foi assim que as coisas se desenrolaram na casa, ao ponto do slammer ter desistido de continuar no programa por se sentir excluído e renegado pelos participantes da casa.

Um dos episódios mais tensos foi quando Karol expulsou Lucas da cozinha e incentivou que todos comecem antes, só para ele fazer a refeição sozinho. O ato foi tido como desumano pelos internautas.

Questionando a crença de Lucas

Lucas estava desabafando com os brothers no jardim da casa, dizendo que Deus era seu melhor amigo. Karol em seguida questiona de forma violenta: “Mas cadê esse teu melhor amigo para te apoiar na hora da loucura?”.Depois ainda diz que acha que o ator abandonou ele. Com essa fala, até a cantora Ludmilla entrou para o time dos que querem ver a rapper fora da ~nave louca~.

Xingando Lucas ao vivo

A humilhação do Lucas aconteceu ao vivo também. Durante um jogo da discórdia, que sabemos ser cheio de alfinetadas, Karol mandou o ator não olhar para ela e ainda o chamou de merda.

Falando da Thelma, campeã do BBB20

Chamando Juliette de mal-educada

Brigou com Carla Diaz

Discussão com Arcrebiano

Bate e Volta

Karol muitas vezes cria um universo paralelo no reality. Mas vamos chamar o Boninho e avisá-lo que algumas situações passaram do limite.

 

Continua após a publicidade