Camilla de Lucas entrou no Big Brother Brasil 21 preparada para os comentários maldosos que podem surgir fora da casa. Após se abrir na roda de apresentação com as sisters e os brothers sobre o medo do cancelamento, a influencer revelou que deixou um documento de autorização para sua equipe processar pessoas que cometessem ataques racistas contra ela. 

Quando eu entrei aqui, já deixei um documento autorizado para processar se tiver ataques racistas”, disse Camilla no quarto com os outros participantes. “Eles são sádicos, tem uns que falam: ‘É só pagar’”, comentou Karol Conká. Confirma o momento: 

Durante os últimos anos percebemos que o debate em torno do BBB mudou e ficou muito mais efervescente nas redes sociais. E vemos também que atitudes racistas ou machistas não são toleradas dentro da casa, muito menos fora. 

Continua após a publicidade