O Big Brother Brasil 21 mal começou e já não se fala de outro assunto que não seja a postura de Karol Conká no jogo. Dentro do confinamento, a artista tem se achado a dona da razão. Entretanto, fora da ~nave louca~, o comportamento da rapper está sendo cada vez mais criticado pelo público, que pede pela sua expulsão.

Em poucos dias, ela já deu declarações xenofóbicas sobre Juliette e soltou comentários extremamente machistas para Nego Di. Agora, a cereja do bolo está sendo as acusações dos espectadores de que a cantora faz terror psicológico com Lucas Penteado. Veja alguns momentos:

Fora do reality show e, com certo distanciamento, ninguém se conforma com Karol. Em poucas horas, ela já perdeu 200 mil seguidores no Instagram e corre o risco de ser cortada do line-up do festival Rec-Beat. A rapper, agora, também possui uma legião de famosos que torcem pela sua eliminação o quanto antes. Entre eles, Ludmilla, Maisa, Lázaro Ramos, Emicida, Tatá Werneck e Marília Mendonça.

E foi Gaby Amarantos que levantou a questão que todos queremos responder: se, for da casa, o assunto está causando um estardalhaço, por que os outros confinados estão tão passivos diante a crueldade de Karol Conká?

Sem saber o que está acontecendo fora dos limites do Projac, Lucas, o jogador que mais sofre nas mãos da cantora, já disse ter receio de enfrentar a sister por medo da força dela com o público. E, após uma edição como o BBB20, em que rolaram alguns episódios de racismo que pegaram muito forte nos espectadores, é comum que o restante dos confinados atuais compactuem com esse pensamento.

E aí, por eles não questionarem seu comportamento – seja por medo de ir contra uma mulher preta ou por concordarem com ela -, dão mais força a essa nocividade, como um círculo vicioso. “A Karol está 100% errada. Ela está muito equivocada. Várias posturas dela são muito equivocadas, acho que ela perdeu a mão. Ela está totalmente errada. Tem uma coisa de um narcisismo aí em que ela vê isso que está fazendo e vê que [os participantes] estão batendo palma. Então, ela vai se sentindo cada vez mais certa“, comentou a psicóloga Manuel Xavier nos Stories.

Quer ver um exemplo disso? No jogo da discórdia desta segunda-feira (1/2), Lucas recebeu 15 votos dos que o acham cancelador/dono da razão no reality. Mas ninguém fez a matemática de que todos estavam, como manada, dando aval para Karol manter esse “jeitinho” e praticando o cancelamento. Apenas o ator teve coragem de criticar a cantora na dinâmica. Enquanto os outros que a citaram aproveitaram para tecer elogios, como “ela está me abrindo os olhos”. Percebe como eles estão manipulados?

Agora, fica a reflexão: quem será que está mais errado nisso tudo? A pessoa que promove o mal estar ou os omissos, que, por interesses próprios, não se opõem e se tornam permissivos? 

Continua após a publicidade