Bolsonaro
Filho de Bolsonaro se lança como youtuber e cheio de polêmicas (Imagem: Reprodução/ YouTube)

Filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Jair Renan Bolsonaro Jr, o “zero 4”, estreou um canal no YouTube na última terça-feira (4). Chamado de Condomínio 04, o canal teve referência à fala do seu pai, em 2020, na qual diz que ele “namorou metade do condomínio” onde mora.

Em vídeo, Renan conversou com o influenciador Raiam Santos, que chamou o anfitrião de “comedor de condomínio”. O filho do presidente, então, disse que o convidado “comeu metade do mundo já”. Raiam detalhou: “Só 35 países”.

O herdeiro do político, então, questionou qual o país em que Raiam acredita ter tido as melhores experiências. “Brasil, sempre”, disparou o influenciador. “E o que você mais comeu gente?”, questionou o “zero 4”. “Brasil. Ah, país estrangeiro? Rússia”, esclareceu Raiam.

Durante a conversa com Jair Renan, o influenciador também disse que o ser humano é racista por natureza e que não há como corrigir.

“Meu pai sempre instalava no meu HD mental que por ser preto, no Brasil, você tem que ser duas vezes melhor. Você tem que matar a objeção da pessoa sobre você duas vezes”, declarou ele.

“Não tem como lutar contra isso. O céu é azul, o ser humano é racista por natureza. Fui educado desde cedo que não tem como lutar. A maneira de lutar contra isso é ser a melhor versão de mim mesmo. Nada de vitimismo, nada de sentir pena de si mesmo, nada de se apequenar”, completou Raiam Santos. O filho de Bolsonaro acenou de forma positiva.

AvatarDa Redação

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

O post Filho de Bolsonaro se lança como youtuber, faz disputa de sexo e polemiza sobre racismo apareceu primeiro em RD1.