O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), decretou luto oficial e suspendeu as sessões desta quarta-feira, 14, após a morte do deputado federal José Carlos Schiavinato (PP-PR). O parlamentar faleceu na noite de terça-feira, 13, por complicações da Covid-19. Schiavinato é o primeiro deputado federal vítima fatal da doença. No senado, três parlamentares morreram: Arolde de Oliveira (PSD), José Maranhão (MDB) e Major Olímpio (PSL). “Com pesar, recebo a informação do falecimento do deputado e colega de partido José Carlos Schiavinato”, escreveu Lira em suas redes sociais. “Estou decretando luto oficial na Câmara dos Deputados. Estão suspensos hoje todos os trabalhos em plenário e nas comissões”, anunciou. A Câmara explica que o Regimento Interno da Casa prevê a possibilidade de suspender as sessões em virtude de falecimento de congressista da legislatura.

Também pelas redes sociais, outros colegas de Schiavinato manifestaram pesar pelo falecimento do membro do partido Progressista. A deputada federal Talíria Petrone (PSOL) lembrou das vítimas da Covid-19 ao prestar condolências.  “O deputado federal José Carlos Schiavinato (PP) morreu em decorrências da Covid. Ele se junta às outras 358 mil vítimas desse vírus e do descaso do governo. Nossa solidariedade à família e aos amigos”, escreveu no Twitter. Luiza Erundina, também do PSOL, citou o falecimento da esposa de José Carlos também pela doença. “Os meus sentimentos aos familiares e amigos, pedindo a Deus que os conforte neste momento de perda e dor.” Sobre o ocorrido, Pompeo de Mattos falou que é uma “família destruída por este vírus terrível e a política de morte desse governo”. “Com imenso pesar, recebi a notícia do falecimento do meu colega de Câmara dos Deputados, deputado Schiavinato, vítima da Covid-19. Meus sentimentos aos familiares e amigos. Que Deus os abençoe e conforte neste momento de dor.”

Veja outras manifestações: