O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) terá uma audiência de custódia nesta quinta-feira, 18. A expectativa é que nas seja decidido pela prisão preventiva do parlamentar, o que dependeria de aval da Câmara dos Deputados, ou pela liberação do político. Silveira foi preso na terça-feira, 16, em flagrante, por crime inafiançável, após publicar um vídeo ofendendo e ameaçando ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). A decisão pela prisão foi de Alexandre de Moraes, mas cabe ao plenário da Câmara decidir pela manutenção da prisão.

Para André Rios, advogado do deputado, no entanto, “se for para fazer justiça”, Daniel Silveira deve ser liberado ainda nesta quinta-feira. Segundo ele, a expectativa é positiva tanto para a audiência de custódia, quanto para a decisão do Legislativo, e o parlamentar aguarda os próximos desdobramentos com tranquilidade. “Juridicamente pode acontecer tudo, mas temos expectativa de ser positivo. Em paralelo tem a decisão da Câmara, entendemos também pela revogação pela própria prerrogativa da Casa”, disse o advogado em entrevista à Jovem Pan. Ele que considera a caracterização de prisão em flagrante um “fato atípico” e espera o posicionamento do Ministério Público favorável ao relaxamento da prisão. Caso isso não seja determinado, a defesa entrará com a solicitação.